Bem-vindos ao “Estórias de Bicharocos e Bicharada”, um blogue dos 7 aos 77 anos

quinta-feira, 5 de março de 2009

Lenga-lenga para uma aranha (I)


Bela aranha vem de Espanha,
amarela e não castanha.
Uma teia emaranha,
no meio daquela lenha.
Sopra o vento na montanha
e mais a aranha se empenha.
Vem de Espanha a bela aranha
e uma teia desenha.
Uma mosca logo apanha
que parece um pouco estranha.
O bicho se emaranha,
na bela teia da aranha.
Agora que se amanha
já não quer voltar a Espanha.
Fica cá a bela aranha
mais ninguém lá a apanha.


Texto de Luísa Azevedo - Blogues: banana ou chocolate? e Pin-Gente (Todos os direitos de autor reservados)

48 comentários:

pin gente 5 de março de 2009 às 22:57  

e convencê-la a fazer uma aranha amarela?
virei aqui com ela para lhe mostrar as tuas belíssimas fotos.

nunca vi tal animal
ou qualquer coisa igual
nunca vi coisa tão estranha
como esta tua aranha

parece um bicho pintado
com um spray enlatado
e que faz ela na flor
será que lhe causa dor?

como será sua teia?
aposto que não é feia
tecida em seda pura
desta aranha tão segura.


obrigada, lena.
gostaria de conseguir descrever-te a felicidade que me dás ao publicares esta lenga-lenga... e ainda por cima colocaste o (I)... tens assim tantos aracnídeos?
já me estou a coçar, acreditas?
um beijinho muito grande pelo apoio que me dás, por estares comigo... gosto de ti!
luísa

FERNANDA & POEMAS 5 de março de 2009 às 23:16  

QUERIDA HELENA, MARAVILHOSA FOTO BEM ACOMPANHADA PELO POEMA DA LUÍSA... PARA MIM ESTÁ SIMPLESMENTE SUBLIME... UM ABRAÇOS ÁS DUAS MENINAS E MUITOS PARABÉNS,
FERNANDINHA

Nuno de Sousa 6 de março de 2009 às 01:02  

Mais um belo trabalho de conjunto, excelente o texto da Luísa como sempre maravilhosamente escrito e duas belas fotos da A Aranha-Caranguejo-das-Flores

- Misumena vatia (Clerck 1757)

Aranha Europeia do Ano 2006

A Aranha Europeia do Ano escolhida para 2006 foi a Aranha-Caranguejo-das-Flores – Misumena vatia (Clerck 1757). Como todas aranhas-caranguejo, a disposição das patas das Misumena é semelhantes à dos caranguejos, as patas são projectadas lateralmente, característica que dá o nome à família a que pertencem, a Thomisidae. Os dois pares de patas anteriores são mais longos que os dois pares posteriores. Esta espécie distingue-se das restantes espécies europeias devido à sua capacidade de mudar de cor entre o amarelo e o branco.

Biologia
A Aranha-Caranguejo-das-Flores é, tal como as restantes espécies desta família, um predador de espera. Adopta uma estratégia em que espera a passagem dos insectos voadores por entre as pétalas das flores. Com as patas posteriores segura-se firmemente, enquanto que com as patas anteriores, que são muito mais fortes e projectadas para fora, agarra os visitantes da flor com uma velocidade surpreendente. Ao mesmo tempo que captura a presa, administra uma dentada venenosa. Para se alimentar a aranha suga a presa por pequenos buracos, de tal forma que é deixado um exosqueleto quase completo sobre a flor.

As Aranhas-Caranguejo-das-Flores, devido à sua capacidade de mudar de cor, podem camuflar-se de forma impressionante quer nas flores brancas, quer nas amarelas. Apenas as fêmeas adultas têm esta capacidade e a alteração entre as duas cores pode demorar cerca de dias até estar completa. Alguns estudos científicos sugerem que esta camuflagem torna as aranhas difíceis de serem detectadas, tanto pelas suas presas como pelos seus potenciais predadores.

Os indivíduos adultos podem ser encontrados entre Maio e Julho. Esta espécie apresenta um dimorfismo sexual ao nível do seu tamanho, sendo os machos muito mais pequenos que as fêmeas. O acasalamento ocorre no início do Verão, em que o macho se prende do lado inferior do abdómen da fêmea durante algum tempo. O saco de ovos é escondido entre as folhas, que são agrupadas com seda. Os juvenis passam o Inverno por entre a manta-morta e atingem a maturidade no ano seguinte.

Habitat e Distribuição
Esta espécie é geralmente encontrada em zonas de espaços abertos como prados, charnecas e campos agrícolas, mas também ocorre em outros locais onde haja muita exposição solar, como nos caminhos, nas fronteiras florestais, nos baldios e nos jardins. Na Europa a Misumena ocorre desde a Escandinávia até ao Mediterrâneo. Também pode ser encontrada em no Nordeste Asiático e na América do Norte. As outras 40 espécies do género Misumena ocorrem nas regiões Tropical e Subtropical. Em Portugal ….. Na Península Ibérica ….. No Reino Unido a espécie parece ocorrer apenas na região Sul.

Características e Espécies Semelhantes
Apenas as fêmeas adultas apresentam uma cor amarela forte ou branca. Para além destas duas variantes, todos os tipos de cores intermédias podem ser encontradas. Também podem apresentar riscas vermelhas no abdómen. O cefalotórax tem duas riscas escuras no lado superior. Os machos são muito mais pequenos, o seu cefalotórax é castanho-escuro, assim como as patas anteriores, enquanto que a parte posterior do corpo é amarela com um padrão escuro. Há uma outra espécie que também muda activamente de cor, a Thomisus onustus. Nesta espécie o intervalo de cores é maior, podendo ir do amarelo até ao violeta. Além do mais, a Thomisus pode ser identificada por apresentar duas protuberâncias no abdómen e por ter os olhos laterais ligeiramente elevados. As Misumena juvenis têm uma cor esverdeada, pois tendem a colocar-se nas folhas ou partes verdes das plantas. Por isso, podem potencialmente ser confundidas com outras espécies de aranhas-caranguejo de cor verde, tal como: Diaea dorsata, Diaea pictilis, Misumenops tricuspidatus, Heriaeus mellotei e Heriaeus graminicola. Devido à sua cor brilhante e à sua variabilidade a Misumena vatia já foi descrita sob mais de 20 nomes científicos diferentes! Apenas a taxonomia moderna e o reconhecimento de caracteres relevantes para estabelecer relacionamentos revelaram estas sinonímias.

xistosa - (josé torres) 6 de março de 2009 às 01:57  

Por acaso parece que não é assim tão invulgar, pois tenho ou tinha um belo exemplar numas azáleas.

Mas fazem uma bela aguarela, flor branca e pela trela, desculpe pela teia, em amena pastorela, que bichos e flores, não têm querela.
Pobre mosca que já não desatrela e tem pela frente uma quadrela, mas quem a mandou cair na esparrela?
A vida dos indefesos é mesmo uma barrela ... caiu, fica para lá ... ninguéma desatrela.

Fatyly 6 de março de 2009 às 08:53  

Gostei tanto da lenga-lenga e as fotos estão fabulosas.
Parabéns às duas:)

Beijos

pin gente 6 de março de 2009 às 09:20  

deixei-te um miminho no banana ou chocolate?
beijo

kameramaninblack 6 de março de 2009 às 11:55  

bela aranha!
beijo

Kafia 6 de março de 2009 às 15:22  

Bem...fiquei supreendida!
nem parecia uma aranha na 1ª foto!
Expectaculo ;)

Ana 6 de março de 2009 às 16:05  

Esta aranha que veio de Espanha
Que é amarela e não castanha
Ficou estrela, que sorte tamanha!
Agora só diz que se amanha,
Que não volta mais para Espanha!...

Não levem a mal esta minha brincadeira, mas não resisti a usar as palavras deste extraordinário poema.:)
Parabéns à grande artista na “arte da fotografia”, Helena Paixão por estas magníficas imagens e também à autora desta “lenga-lenga” Luísa Azevedo que soube utilizar tantas palavras com uma “terminação” tão difícil de rimar.
Adorei!!!
Beijinhos grandes para ti Leninha e para a tua amiguinha. Ah! Beijinhos também para o Nuno que fez a explicação deste "bichinho" que nunca me lembro de ter visto:-)
Ana Paula

Nilson Barcelli 6 de março de 2009 às 16:48  

As fotos são excelentes e sugestivas.
A criatividade da Luísa fez o resto.
O resultado é magnífico. A vossa parceria está de parabéns.
Beijo.

Pedro S. Martins 6 de março de 2009 às 17:37  

Belas fotos de animais quase “surreais”.

Remus 6 de março de 2009 às 20:56  

Nunca tinha visto uma aranha amarela e algo cúbica!! Será que também existem aranhas cor-de-rosa?! ;-) :-)
Estamos sempre a aprender e ainda bem que assim é.

Como sempre, umas fotografias macro/close-up muito bem conseguidos.
Parabéns.

Gata Verde 6 de março de 2009 às 22:18  

Não consigo ver a tua foto...
(deve ser por ter pavor de aranhas...)

volto mais tarde
:(

Marco Reis 6 de março de 2009 às 22:20  

E que bem ficou a nossa amiga aqui nestes retratos!!!
Sou especial fã da macrofotografia, pelo mundo que nunca vemos, apesar de estar mesmo ali :)
Cumps

Fernando Santos (Chana) 6 de março de 2009 às 23:01  

0lá Helena, belos macros...belo poema...Excelente trabalho....
Beijos

Adrian LaRoque 6 de março de 2009 às 23:23  

Ficou excelente esta macro, bom trabalho!

Quando te olho vejo o teu rosto ou uma máscara? Ou será que vejo a máscara nunca vi teu rosto?
Será que teu rosto é a máscara ou a máscara é o teu rosto?
Difícil de defenir, não é?

tossan 7 de março de 2009 às 00:53  

Este sem dúvida é um dos melhores que visito. Arranha o céu que a aranha arranha... Belo poema escolhido para acompanhar a tua obra prima! Bj

Mariz 7 de março de 2009 às 02:33  

Salvé querida
Depois daquela descrição do Nuno...quem é que tem a veleidade de dizer algo mais?
A lenga-lenga até que ficou gira...e a aranha que não é lá da minha simpatia, aqui até prece simpática...mas só tu querida é que consegues estas maravilhas!
Que Deus e continue a dar esse lindo olhar para a SUA Criação.

Abraço meu
Mariz

Lenita Nabais 7 de março de 2009 às 21:25  

Parabéns à fotógrafa e à escritora! Uma foto linda, com uma lengalenga maravilhosa, cheia de rimas e trocadilhos! Excelente trabalho!

NoBS 8 de março de 2009 às 00:01  

I don't understand Spanish but I understand photos. These are FANTASTIC! All of them, from the weird spider thing at the top to the beautiful bird at the bottom. Glad I came upon your site!

Mariz 8 de março de 2009 às 08:34  

Salvé querida!

Voltei aqui á aranha dengosa de lenga..lenga fanhosa, porque queria dar conta, da inauguração de mais um blog - inacabadíssimo, mas queria muito que fosse no dia de hoje que viesse a luz.Ele visa informar o que necessário for, para ajudar o Planeta e também o nosso próximo; por isso lhe chamei "Ajuda e Divulgação".Lá, está visível, uma prenda e um beijo, para todas, neste DIA TÃO ESPECIAL.
Seguidamente - e basta clikar tmabém no blog "ÓSCARES" que se encontra referido no mesmo espaço - porque está já preparada uma homenagem, onde o prémio "MULHER 2009" espera a visita das que de uma forma mais assídua ou "en passant", vêm acompanhando o blog oficial "SOU PÒ E LUZ"! Neste também existe um mimo para todas.
Espero que goste!

Abraço meu
Mariz

mariam 8 de março de 2009 às 12:58  

Helena,

FANTÁSTICO FANTÁSTICO. Parqabéns a ambas!

passei para desejar que tenha um dia (que 'dizem' ser da Mulher!) muito Feliz! seguido de muitos outros não menos fantásticos!

deixo um abraço, o sorriso de sempre e saudades!
mariam

Valentim Coelho 8 de março de 2009 às 13:13  

Olá Helena,
belo pormenor da aranha. não conhecia esta espécie (Aranha-Caranguejo-das-Flores- Obrigado Nuno pela descrição). Já tinha visto algumas de oliveiras, amendoeiras e castanheiro, mas esta ainda não tinha visto.
A foto está excelente.
Beijinhos

Nadia Mendes 8 de março de 2009 às 20:53  

Lena,
Imagens fantásticas, acompanhadas por uns lindos textos!
Uma ideia maravilhosa!
Bjinhos! E uma excelente semana!
Nadia

Gata Verde 8 de março de 2009 às 21:50  

Agora sim...já vi esta aranha tão singular!
Nem sabia que existiam desta cor...

As tuas fotos são lindas!
beijinhos

aa 9 de março de 2009 às 00:32  

Olá Helena!
Uma beleza esta lenga-lenga para uma aranha... Gostei! As fotos, essas 5***** E uma excelente informação aqui colocada pelo Nuno de Sousa. Os meus Parabéns a todos!
Beijos,

AA

Zing 9 de março de 2009 às 05:14  

Interesting spider, great capture!

Emidio Silva 9 de março de 2009 às 10:07  

que foto fantástica e que aranha estranha.
uma macro muito bem tirada.

uma boa semana.

Teresa Durães 9 de março de 2009 às 12:28  

excelentes fotos embora deteste aranhas!

John 9 de março de 2009 às 15:25  

Very beautiful macro photos both.
Well done, Helena!

M. 9 de março de 2009 às 19:19  

ai meusdeuses.. outra vez arrrranhas. Parte I? quer dizer que vai haver mais? Pôe um aviso de conteúdo chocante á entrada do blog para eu saber. Nhec! tou arrepiada. O texto é divinal como é sempre de esperar vindo da Pin. A imagem tem cores fabulosas, agora não me peças que te elogie a aranha.

saio a fugir.´Nem sei como as consegues fotografar aauu

Beijoca

cris 9 de março de 2009 às 20:09  

As imagens são belíssimas, Lena, e, soubeste ir buscar alguém que é sublime a dar a conhecer aos miúdos a maravilha que é uma poesia.
Mais do que uma "Lenga-Lenga, faz lembrar aqueles "trava-línguas" que todos adorávamos em criança. Era ver quem os conseguia dizer sem se enganar, e, era rir, porque as palavras se "atabalhoavam".

Delicioso de ver, de imaginar a bela aranha que vem de Espanha, amarela e não castanha.

Maravilha ler e ouvir os filhotes a tentar dizer, sem se enganar...

Adorei, encantei-me, belíssima escolha da pin gente para fazer parceria contigo.

Edite-se o livro e vamos vê-lo esgotar-se!

Parabéns às duas.
Estou mortinha por ver a Lenga-lenga II!

A rir, porque me "entaramelei" toda a tentar ler, como os miúdos,
vou daqui super bem disposta :)

Helena de Tróia 9 de março de 2009 às 21:11  

depois de ler o teu blog, a gente até fica a gostar destes bichos horrendos!:-))). definitivamente fica-se com outra perspectiva!:-)))

Carlos Manuel Pereira Rodrigues 10 de março de 2009 às 07:22  

Excelente este blogue, bem como as fotografias e textos.
Gostei!!
Aproveito para dizer que juntei este blogue "A minha Lista de blogues".
Até breve.

Anónimo 10 de março de 2009 às 13:56  

As macros sao espectaculares, de cores lindissimas e k bela lenga-lenga parabens para a fotografa e para a escritora, bjinhos

RT

BC 10 de março de 2009 às 16:07  

Fotos excelentes, em parceria com um poema maravilhoso e colorido!!!!
Beijo
Isabel

EYES WIDE SHUT 10 de março de 2009 às 17:09  

Fabulous photographs, so detailed and beautifully captured.

Oui C'est Moi 10 de março de 2009 às 19:37  

Mas que bela aranha, bem a condizer com o Sol que espreita.
Parabéns pelo achado.

Rafeiro Perfumado 10 de março de 2009 às 22:14  

Vim aqui "obrigado" pela Gata Verde, e valeu bem a pena a viagem, tens fotografias fantásticas.

Beijoca!

Ajay 11 de março de 2009 às 12:23  

Another astoundingly beautiful close up.

paula barros 11 de março de 2009 às 14:26  

Gosto dessa troca de textos e fotos, dessa interligação, da troca de mimos.

Lindas fotos e o texto uma maravilha.

abraços

Maripa 11 de março de 2009 às 15:55  

Lindas as fotos ,encantadora a lengalenga.

A aranha não me é muito simpática...mas com este enquadramento de palavras e flores senti-a mais "agradável".

Beijinhos,Helena e Pin.

O Repórter Alentejano 11 de março de 2009 às 23:58  

Já há muito tempo que não andava por aqui, e assim que entro apanho logo com uma aranha caranguejo!
Por momentos imaginei-te com a másquina pequenina na mão a escassos centímetros da aracnídea vítima num disparo rápido antes que o bicharoco se escondesse do outro lado da flor.
Também adorei o texto da Luísa, está com uma construção fantástica; já vi que vocês "juntas são dinamite" LOL.
Até à próxima visita despeço-me com amizade.
Beijinhos às duas.
O Repórter Alentejano.

Ifthikhar 12 de março de 2009 às 13:35  

Following...
:)
But i dont knw ur language....
:(

tr3nta 12 de março de 2009 às 14:01  

wow... what animal is it...

Sandra Rocha 12 de março de 2009 às 22:10  

Eu era para não vir porque não me dou muito com estes bichos :D
Mas como é a Lena a mostrar, cá me aproximei para ver tanta beleza.
Cá para mim ela caiu em cima do caril :D
Mas que bela lenga lenga.
Beijokas a ambas.

Anónimo 5 de setembro de 2009 às 19:58  

Olá para todos, primeiramente belas fotos...Gostaria de tirar algumas dúvidas, por favor.
Moro em São Paulo fiquei muito assustada ao encontrar 4 aranhas desta espécie em minha casa,e não no jardim porque infelizmente não o tenho.Gostaria de saber se esta espécie é venenosa ou não?
Fiquei morrendo de medo de encontrar mais alguma por aqui especialmente uma espécie fora do normal para mim.
Obrigada
ELô

Helena Paixão 5 de setembro de 2009 às 20:29  

Olá Elô!

Sei que esta aranha mata os insectos que caça com veneno mas, infelizmente, não sei se esse veneno é fatal ou causa algum dano nas pessoas... O melhor é ter sempre cuidado!

Fotografias © Helena Paixão

Textos e poemas © Autores referidos em cada ‘post’

Fotografias, textos e poemas protegidos pelo Código dos Direitos de Autor

Postais de Paixão no Flickr

www.flickr.com
Esse é um módulo do Flickr que mostra fotos e vídeos públicos de Helena Paixão (busy, busy). Faça seu próprio módulo aqui.

Receba as actualizações deste blogue

Introduza o seu endereço de e-mail aqui:


Powered by FeedBlitz

Bichinhos carpinteiros

Bichinhos à espreita

  © Blogger template 'The Lake' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP