Bem-vindos ao “Estórias de Bicharocos e Bicharada”, um blogue dos 7 aos 77 anos

domingo, 14 de dezembro de 2008

O lago azul e os gansos



Eu sou o Lago Azul, mas hoje porque há algum vento, que enruga as minhas águas e o sol me empresta a sua cor, vesti-me de verde e dourado.

Os gansos gostam de vir deslizar por cima de mim e aqui há muitos gansos.
Mas hoje só vos conto a história destes três que estão a ver:
A gansa mãe Mãezita, Quita sua filha e o ganso Reguila.
Mãezita tomava conta de Quita e, de Reguila seu sobrinho, que brincavam, mergulhando à vez nas minhas águas claras, procurando no fundo, bem visível, o sol que brilhava lá em cima no céu e que parecia que entrava por mim, escondendo-se no fundo.
O ganso Reguila que era mais velho do que Quita, convencera-a, que se mergulhasse bem fundo conseguia apanhar o sol.
O sol, o sol que estava tão alto, lá em cima e que Quita procurava no fundo do lago, sempre acompanhada pelas gargalhadas de Reguila que aqui e ali, também mergulhava, para a não deixar desistir.
Quita, não se importava, porque tinha a certeza de ter visto, bem lá no fundo, o sol tão brilhante.
Já cansada, mas sem querer desistir, resolveu fazer um esforço imenso e nadou, nadou com força até ao fundo do lago, porque queria ir buscar o seu sonho, trazer o sol e brincar com ele.
Como demorou mais tempo a vir à tona, tinha ido tão fundo, Mãezita aflita, ralhou com Reguila por ter convencido Quita a procurar o sol no fundo das minhas transparentes águas e, antes que mãezita o castigasse, Reguila resolveu afastar-se, também preocupado com Quita.
Mas eis que aparece Quita, contente, porque finalmente conseguira apanhar o sol.
Trazia no bico, uma bola amarela, brilhante, que algum menino deixara cair dentro das minhas águas.

Texto de Claras Manhãs (Todos os direitos de autor reservados)

40 comentários:

Helena de Tróia 14 de dezembro de 2008 às 20:38  

olá! que bela foto e o texto tão engraçado!..:-)))

Nuno de Sousa 14 de dezembro de 2008 às 22:00  

Lindo o texto da nossa amiga Claras Manhã, numa história linda com um final feliz para 2 belas imagens, que aqui colocaste Paixão... mais um fantástico conjunto neste teu soberbo blog.
Bjs grandes,
Nuno

FERNANDA & POEMAS 14 de dezembro de 2008 às 22:17  

Olá querida Helena, maravilhosas fotos deste lago que és tu... Belíssima história... Adorei Amiga!... Beijinhos de muito carinho,
Fernandinha

claras manhãs 14 de dezembro de 2008 às 23:02  

obrigado Helena

por me teres convidado e devo dizer-te, que fora as histórias inventadas aos filhos, nunca escrevi nada para crianças.
Que tenhas gostado, fez-me feliz.
Obrigado pela oportunidade

beijinho

xistosa - (josé torres) 15 de dezembro de 2008 às 02:42  

Fiquei um pouco ... vá lá ... plangente.
Sempre pensei que Quita conseguiria arrancar o sol do fundo do lago.
A inocência merece um prémio.
Teve-o.
O sol do contentamento.
A placidez das belas imagens, são passíveis de se fundirem no conto e tudo parecer fantástico e irreal.

Belo conjunto, Lago azul/gansos que conquistam o sol!

pin gente 15 de dezembro de 2008 às 12:59  

gostei muito das fotos, helena.
a história remata da melhor forma.
parabéns às duas
beijos

Kostas 15 de dezembro de 2008 às 15:27  

Marvellous blog with astonishing photographs!
Congratulations!

aa 15 de dezembro de 2008 às 16:06  

Olá!
As fotos são maravilhosas... lindas as tonalidades da água e dos gansos... que muito fotogénicos, ficaram sempre a olhar para a fotógrafa...:)
A "estória" que as acompanha, está bem escrita, por isso os meus parabéns à autora...

AA

Dinis 15 de dezembro de 2008 às 17:01  

Lindo trabalho e magnificas fotos, parabéns

JúliaML 15 de dezembro de 2008 às 17:37  

pois não parece, Minucha. Até a mim me apetece apanha o Sol, depois de ler o texto. Ôlhe eu com a mão a apanhar a luz destas palavras limpidas, olhe eu!

Mariz 15 de dezembro de 2008 às 19:56  

Fotos de uma clareza impressionante que dá vontade de tocar...quando á história a nossa amiga é uma expert como narradora expressiva de seu toque de criança, o que a torna bela!
Maravilhosa dupla
Continuem...

Era uma vez...
uma fotógrafa de alma e uma amiga do reino de OZ....


Mariz

JOTA ENE ® 15 de dezembro de 2008 às 22:53  

(¯`v´¯)¤
.`•.¸.•´
¸.•´¸.•´¨) ¸.•*¨)
(`'·.Feliz¸.·'´)
(`'·.Natal!¸.·'´)
¸.·*)*¸.·´¨)*´¨)¸.·*¨)
(¸.·(¸.·´ .·´¸¸.·´*´¨)

Fernando Santos (Chana) 15 de dezembro de 2008 às 23:40  

Olá Helena, belas fotos...Bela história...Espectacular...
Beijos

Vieira Calado 16 de dezembro de 2008 às 00:28  

Olá, boa noite!

Simpáticas aves.
Quando era miúdo tinha-os no meu quintal.

Mas.... cuidado... Se têm filhotes, atiram-se a quem se aproximar...

Quanto aos seus votos em relação ao meu livro... bom... tenho estado muito ocupado a preparar já alguns embrulhos.

E ainda agora a procissão vai na praça...


Bem haja!

cris 16 de dezembro de 2008 às 01:21  

Que história tão fofinha!
Belas as imagens e uma ternura de texto tão reguilote!
E os nomes? Giríssimos!
Adorei!

Este cantinho é uma beleza, mesmo!

Parabéns às duas.

Beijitos

Bartolomeu 16 de dezembro de 2008 às 08:56  

Parabéns à Helena pelo blog, pelas fotos e pela escolha da autora do texto.
Parabéns à Minucha pela inspirada articulação, tomada certamente numa radiosa Clara Manhã. ;)
Tal como todas as fábulas, esta tambem encerra a "sua" lição de vida... " Para se alcançar o sol que desejamos, temos de munir-nos na força do "acreditar" encher bem o peito de ar... e nadar muito fundo".
Fabulosa simbiose fotos-texto, ou vice-versa.
;)
Um beijo para as duas.

José Rasquinho 16 de dezembro de 2008 às 11:53  

Mais uma história, com outro bonito texto, ilustrado pelas sempre excelentes imagens da Helena!
Com este ritmo, e com esta qualidade, o livro vai estar para próximo, tenho a certeza!
Bjinho e Boas Festas.

Anónimo 16 de dezembro de 2008 às 11:59  

Passear por este blog é voltar a ser um pouco criança e eu gosto demais destas historinhas k acompanham e muito bem tao belas fotos, parabens e bjs.

RTavares

Fatyly 16 de dezembro de 2008 às 19:42  

Já tinha comentado no Claras Manhãs que a história ficou girissima.

Vim ver o teu blogue e tem todos os ingredientes para ser magnífico: belissimas fotos, muita cor e todos os posts com histórias de encantar.
Ficarei se me deixarem e já imprimi estas para ler às minhas netas, porque por vezes já me falta a inspiração e não posso/podemos comprar livros e mais livros:)

Adorei por tudo, levo o link:) e voltarei!

Beijos

Fernando Pinto 19 de dezembro de 2008 às 12:46  

Que cantinho encantador, o teu! Gostei muito! Vou voltar para ler os contos e as fotos.

Abraço
Gosto muito de Sintra. Morei em Lisboa várias vezes e tive oportunidade de visitar esse paraíso várias vezes.

Sandra Rocha 19 de dezembro de 2008 às 15:35  

Ao ler esta linda história imaginei-me a ler a uma criança, e ela estava encantada :)
Adorei tanto o texto como as fotos.

Agora resta-me desejar-te um feliz natal e ao Nuno também (senao de beicinho :)), que seja um ano de concretizaçoes e quem sabe se para o ano possa ter oportunidade de vos conhecer pessoalmente :)

Beijokas.

http://fontesefontanarios.blogspot.com

aa 19 de dezembro de 2008 às 16:37  

Olá!
Venho desejar-te um Feliz Natal e um Bom Ano Novo!
Beijos,

AA

Menina do Rio 20 de dezembro de 2008 às 01:09  

Porque os sonhos ainda comanda a vida. Eu me pego sonhando que sou o vento que ondula as águas...

Te deixo um beijo

Fénix 20 de dezembro de 2008 às 08:47  

:) Adoro esses dourados!!!

ana lúcia 20 de dezembro de 2008 às 08:49  

:) Que giros, parecem discutir.

Daniel J Santos 20 de dezembro de 2008 às 12:22  

excelente em todos os aspectos, muito bom.

Remus 20 de dezembro de 2008 às 20:03  

Gostei da história e acho que as imagens estão perfeitas para a história.
Parabéns.

Valentim Coelho 20 de dezembro de 2008 às 23:51  

Olá,
A imaginação é do tamanho do mundo e quando temos fotos representativas a acompanhar, a história desenvolve-se na mente e flui por caminhos que até a nós proprios nos causa supresa....
Bonito, gostei desta forma de apresentar!

Cumprimentos,

Um bom Natal e Feliz Ano novo.

Maripa 21 de dezembro de 2008 às 02:46  

Que belas,a foto e a histórinha !

Gostei tanto de vir conhecer este espaço delicioso...há luz e cor a receber-nos...

Obrigada pela visita e palavras deixadas no meu mar.

Feliz e Santo Natal!

beijo carinhoso.

Zing 21 de dezembro de 2008 às 05:05  

Wonderful light and composition.

linerberry 21 de dezembro de 2008 às 08:07  

WOw those colours are incredible!!

mariam 21 de dezembro de 2008 às 13:05  

Helena,

Belas imagens! linda a estória! parabéns a ambas...

renovo os votos deixados no Nuno, FELIZ NATAL! Sintam um grande lago de AFECTOS!

um abraço afectuoso e o meu sorriso :)
mariam

Nilson Barcelli 21 de dezembro de 2008 às 19:39  

Gostei da história, mas as tuas fotos ensombram qualquer texto. Parabéns, tens excelentes fotos no blogue.
Beijinhos.

Ana 21 de dezembro de 2008 às 19:54  

Este cantinho está uma delícia! Acredita amiga Leninha que o meu Guguita vai gostar que lhe leia as histórias que aqui tens e também de ver estas fantásticas imagens. A avó Paula adorou, acha que tiveste uma ideia brilhante. Parabéns!
Como estamos em época natalícia, aproveito para te desejar um Santo e Feliz Natal extensivo a todos os que amas.
Beijinho grande,
Ana Paula

JOTA ENE ® 22 de dezembro de 2008 às 07:16  

Opss... faltava a análise às fotos.

Excelentes e com uma qualidade de imagem notável.

Tatiana 22 de dezembro de 2008 às 13:00  

Todo artista molha seus pinceis
em sua alma e pinta a sua própria natureza!
(Henry Ward Beecher)

Desejo a você, Um Feliz Natal!
Agradeço o carinho e presença em palavras!
Que no próximo ano, novas sementes sejam plantadas e cultivadas em nosso coração.

Um beijo com meu carinho

PS: Lindíssima postagem!

Calusarus 22 de dezembro de 2008 às 19:03  

A marvellous light for these ducks

Lenita Nabais 23 de dezembro de 2008 às 23:03  

Uma foto maravilhosa, associada a uma bela história! Parabéns! Bjs

Adrian LaRoque 4 de janeiro de 2009 às 23:49  

Gansos em água de outro, bela foto!

Adrian LaRoque 13 de janeiro de 2009 às 00:14  

Excelente!

Fotografias © Helena Paixão

Textos e poemas © Autores referidos em cada ‘post’

Fotografias, textos e poemas protegidos pelo Código dos Direitos de Autor

Postais de Paixão no Flickr

www.flickr.com
Esse é um módulo do Flickr que mostra fotos e vídeos públicos de Helena Paixão (busy, busy). Faça seu próprio módulo aqui.

Receba as actualizações deste blogue

Introduza o seu endereço de e-mail aqui:


Powered by FeedBlitz

Bichinhos carpinteiros

Bichinhos à espreita

  © Blogger template 'The Lake' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP