Bem-vindos ao “Estórias de Bicharocos e Bicharada”, um blogue dos 7 aos 77 anos

domingo, 20 de dezembro de 2009

Espírito de Natal

- Olá Zélito!... Oooops, que biquinho é esse? Que ar tão pensativo tens hoje.
- Olá.
…………
- Zélito à terra! Olááááá!
- Hum? Desculpa Mina, estava aqui perdido nos meus pensamentos.
- Pois, nota-se! Não me ligas nenhuma… Que se passa?
- É que… Sabes, andava como de costume entre as cadeiras daquele café ali à frente, à procura de migalhas e acabei por ouvir uma conversa entre uns humanos que me deixou muito triste.
- Triste?! Porquê?
- Estavam a falar sobre a época que muitos dos humanos agora festejam, chama-se Natal. Não percebi muito bem do que se trata, parece que há muitos, muitos anos nasceu um menino especial num sítio muito longe.
- E como se chamava esse menino?
- O menino chamava-se Jesus e nasceu em Belém. Como já disse, esse menino era muito especial, dizem que era filho de Deus e, tal como Deus, era muito bondoso e tinha como missão espalhar a boa vontade, a bondade, o carinho, a compaixão, a amizade e o Amor entre os homens, que estavam muito carentes destes sentimentos.
- Que lindo!!! E conseguiu?
- Parece que não… Estavam esses humanos precisamente a falar sobre isso. Nesta época do Natal celebra-se o nascimento desse menino mas hoje em dia os homens parecem ter esquecido a mensagem de Jesus e só se preocupam com os presentes.
- Presentes? E o que é isso?
- Também não percebi lá muito bem. Parece que compram coisas para dar uns aos outros.
- Coisas? Que coisas? Eu cá só me interesso por migalhinhas, umas sementes, enfim, paparoca! Hehehe
- Ah, mas os homens precisam de muito, mas mesmo muito mais coisas para se sentirem felizes. Não se contentam só em ter a barriguinha cheia como nós.
- Coitados!... Assim devem ter uma vida complicada.
- Complicadíssima!
- E ficaste triste por causa disso, foi?
- Não só por isso. Os tais humanos disseram ainda que há muitos homens, mulheres e crianças que nem sequer conseguem ter a barriguinha cheia, passam muita fome.
- Mas isso é simplesmente horrível!! E os outros deixam?!!??!! Tu trazes-me sempre umas migalhas quando não consigo desenvencilhar-me sozinha e o mesmo faço eu por ti.
- Eles disseram que poucos homens fazem isso uns pelos outros.
- Que triste!!! Ainda bem que nasci pardal! Depois do que me contaste, não gostava nada de ser humana.
- Pois, agora percebes porque estou assim?
- Claro!
………
- Zélito, tive uma ideia!
- Sim? Conta.
- Se não fazem eles, fazemos nós. Falamos com os outros pardais e tentamos recolher entre todos a maior quantidade possível de migalhinhas para esses humanos que passam fome.
- Boa Mina! Grande, grande ideia! Podemos falar também com os pombos, de certeza que eles vão querer ajudar. Ouvi os humanos dizerem ainda que uma das zonas do planeta onde há mais fome é África. Depois temos de fazer chegar lá as migalhas.
- Esse é um pequeno-grande detalhe que não sei como vamos resolver. África não fica do outro lado do mar? Nós não conseguimos voar até tão longe carregados com migalhas…
- Tens razão. Oh, assim nem vale a pena começar…
- Calma, vamos pensar bem. Havemos de encontrar uma solução.
- Só uma ave grande consegue fazer a travessia carregada de migalhas. Lembraste de alguém a quem possamos pedir ajuda?
- Ave grande? Tenho visto por aí uns grifos a passar. Pois é! Nesta altura eles estão em migração para… África!
- Boa!
- … e quem vai falar com eles? Eu tenho medo, são tããããããão grandes!
- São, sim. Mas não nos fazem mal. Eu vou lá falar com eles.
………
- Boa tarde Sr. Fulvus, posso dar-lhe uma palavrinha?
- Olá, quem és tu pirralho?
- Sou o Zélito e preciso de falar consigo sobre um assunto muito importante.
- Ah, sim?
- Sim! Eu e a minha amiga Mina queremos levar até África o verdadeiro espírito do Natal. Ou seja, levar até aos humanos que passam fome em África alguma comidinha e proporcionar-lhes assim algum conforto.
- Isso é realmente um assunto muito importante e interessante. Continua, sou todos ouvidos.
- Vamos, juntamente com os outros pardais e os nossos amigos pombos, recolher migalhas, milho e centeio. Como somos pequeninos e não conseguimos voar com muito peso, precisamos que alguém nos ajude e leve o que conseguirmos recolher. Será que nos pode ajudar assim como os outros grifos seus amigos?
- Claro que sim! Isso nem se pergunta. Tenho a certeza que os meus amigos vão aderir logo a esta ideia e empenhar-se nesta missão tão nobre.
- Que bom! Vamos já começar, que diz?
- O que digo? Mãos à obra meu rapaz! Nunca é cedo demais para partilhar o verdadeiro espírito de Natal.

Texto de Helena Paixão (Todos os direitos de autor reservados)

Queres saber mais sobre as aves que participam nesta estória? Então vai ver:
Pardal: http://www.avesdeportugal.info/pasdom.html
Pombo: http://www.avesdeportugal.info/colpal.html
Grifo: http://www.avesdeportugal.info/gypful.html
E sobre o Natal: http://pt.wikipedia.org/wiki/Natal


* * * A todos os visitantes e apoiantes deste projecto deixo aqui
os meus sinceros votos de que o espírito de Natal brilhe
nos vossos lares e corações.
Um muito Feliz Natal! * * *


36 comentários:

Magro Costa 20 de dezembro de 2009 às 21:26  

Gostei muito do texto.
E muito obrigdo pelos votos, desejo o mesmo a você.
Abraços.

Fatima Condeco 21 de dezembro de 2009 às 01:52  

nunca é tarde, é bem verdade :)

beijitos e boas festas

Pedro Ferreira 21 de dezembro de 2009 às 07:07  

Uma história deliciosa (mais uma), Helena, muitos parabéns pelo talento e criatividade, o que fazem deste um local único, no seu género, na blogosfera portuguesa...
Votos de um santo Natal e que 2010 seja um culminar de metas atingidas e um ano promissor de um futuro bem risonho...

Chris 21 de dezembro de 2009 às 08:47  

A criatividade impera por aqui!
Beijinhos e votos de Feliz Nata, para ti, para a tua cara-metade, família e amigos.
Beijinho!

Fernando Santos (Chana) 21 de dezembro de 2009 às 12:11  

Olá Helena, bela história de grande criatividade...Espectacular....
Votos boas festas....
Beijos

Rafeiro Perfumado 21 de dezembro de 2009 às 16:21  

Eles que se metam com grandes solidariedades que ainda acabam num prato, é que pardalitos fritos são um petisco muito apreciado! ;)

Beijocas e bom Natal!

webruci 21 de dezembro de 2009 às 16:46  

Ainda esto com os olhos mulhados...:)
Acho que muitos pessoas poderiam aprender de as pequenos pardais, e e verdade! nunca e cedo do mais, nem nunca e tarde. Adorei a historia:)
Desejo un Feliz Natal com saude e paz!

Um abraço Robert:)
(Nos mal esperamos voltar para Portugal de essa terra sem Deus)

Earnest 21 de dezembro de 2009 às 17:10  

What a wonderful and extraordinary way to show your photos! I love it!

Merce 21 de dezembro de 2009 às 19:49  

Fantastica historia :)

Noraboa!

E tamen os meus desexos de paz e que pases un bo nadal na compaña dos teus amigos e familia :)

Mil bicos

aa 21 de dezembro de 2009 às 21:23  

Olá Helena,
adorei esta tua estória... que juntamente com os slides prima pela originalidade e criatividade!
Uma bonita mensagem para esta quadra natalícia, em que nós humanos só nos lembramos do Natal... do consumismo... das prendas... e esquecemos o verdadeiro sentido do Natal...
Beijo grande para ti e que tenhas um Santo e Feliz Natal junto dos teus familiares e amigos.

JMV 21 de dezembro de 2009 às 21:39  

um beijinho e um natal quentinho

Lenita Nabais 21 de dezembro de 2009 às 23:48  

Aqui está mais uma linda história, desta vez da época natalícia em que estamos. E como todas as belas histórias, tem um bom ensinamento: NÃO AO MATERIALISMO DO NATAL! O Natal é LUZ, PAZ, SOLIDARIEDADE, AMOR! Que seja Natal todo o ano!
Parabéns por este belo trabalho natalício! Desejo-te Feliz Natal e que 2010 te traga a ti e a toda a família, tudo de BOM! Beijinhos natalícios:)

Sônia Brandão 22 de dezembro de 2009 às 00:28  

Que lindo, Helena!
Você achou uma forma muito interessante de passar essa bela mensagem para despertar nos corações o verdadeiro espírito do Natal.
Achei fantástica a imagem do papai Noel mostrando as fotos.

Que o Deus Menino te cubra de bençãos neste Natal e que 2010 seja pleno de amor, de paz e de alegria.

bjs

Ajay 22 de dezembro de 2009 às 00:40  

WOW!!! You have just scored the best creative display of the photographs for this Christmas. :-)

Ana 22 de dezembro de 2009 às 16:11  

Olá Leninha!!!
O slide está maravilhoso com as magníficas imagens das belas aves que seleccionaste. Aquele Pai Natal é muito espertinho até sabe virar a imagem quando está na vertical:-))) Está fantástico mesmo!
Depois o texto tem o verdadeiro espírito do Natal que é a "partilha". Magnífico!!!
Parabens querida estás a ficar uma grande escritora, com bastante criatividade.
Aproveito para agradecer-te o carinho que tu e o Nuno tem manifestado comigo e desejo-vos um Excelente Natal!!!
Sente um abraço muito apertadinho,
Ana Paula

Ana Lúcia 22 de dezembro de 2009 às 17:58  

Obrigada. Tenho a certeza que não mereço todos esses presentes que o Pai Natal trouxe para mim, por isso os deixo aqui para partilhar com todos os outros que visitam este cantinho.

Uma grande mensagem, Helena. Que o espírito de Natal entre nos nossos corações e permaneça lá para sempre. Beijinhos.

Valentim Coelho 22 de dezembro de 2009 às 20:27  

Olá Helena,
mas que originalidade! sempre a supreender os visitantes.
Gostei das fotos dos passarinhos.
Quero também desejar-te um bom Natal!
Beijos

Remus 22 de dezembro de 2009 às 21:24  

A história, como sempre, é divinal. E as fotografias não ficam nada atrás.

Feliz Natal e que 2010 seja mil vezes melhor que 2009.

Nuno de Sousa 22 de dezembro de 2009 às 23:26  

Bem cada vez mais e mais criativa esta minha Paixão :-), que belo texto, mto bem escrito e que belo conto que nos faz pensar... afinal o ser humeno não é tão inteligente assim qto se possa pensar...

Um bem haja pela bela história e pelas magníficas fotos tiradas por esse Portugal fora :-)

Bjs e continua,
Feliz Natal junto aqui do Je :-)
Nuno

Vieira Calado 23 de dezembro de 2009 às 03:22  

Também lhe desejo

um

ÓPTIMO NATAL.

CUMPRIMENTOS

Luis F 23 de dezembro de 2009 às 12:46  

"Nasce mais uma vez,
Menino Deus!
Não faltes, que me faltas
Neste inverno gelado
Nasce nu e sagrado
No meu poema,
Se não tens um presépio
Mais agasalhado.
Nasce e fica comigo
Secretamente,
Até que eu, infiel, te denuncie
Aos Herodes do mundo.
Até que eu, incapaz
De me calar,
Devasse os versos e destrua a paz
Que agora sinto, só de te sonhar.
Miguel Torga

Com os votos de um Feliz Natal, o teu amigo

Luis

Elena 23 de dezembro de 2009 às 17:04  

Preciosa entrada,Helena. Obrigada por tus comentários en mi blog.
Te deseo igualmente unas felices Navidades y que el 2010 sea espectacular. Beijinhos.

Céu Vieira 23 de dezembro de 2009 às 19:32  

Obrigada Leninha, felicidades para si e para toda a sua familia minha querida amiga. Desejo também um Santo e Feliiiiz Natal e um Ano Novo cheio de sucessos e desejos cumpridos.
Sinta um grande abraço bem apertadinho e beijinhos, beijinhos, beijinhos de muito carinho para si e para o Nuno.
O desjo do meu coração é que sejam muito felizes para sempre!...
Céu Vieira

Multiolhares 23 de dezembro de 2009 às 19:51  

linda a tua historia e verdadeira, digo tantas vezes que se o homem quisesse a fome a miséria dos seus irmãos acabava, não faz sentido tantos seres humanos morrerem de tanto comerem de má nutrição quando outros morrem de fome.
Deixo um beijinho de bom natal,junto dos que amas

▒▓█► JOTA ENE 23 de dezembro de 2009 às 22:25  

♥☆♥ To passando para desejar
________ ♥ ▓ ♥ FELIZ NATAL e
_______ ♥ ▓▓▓ ♥ óptimo ANO NOVO
______ ♥ ▓▓▓▓▓ ♥ Que nesse novo ano
_____ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓ ♥ possa vir
____ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ cheio de amor,
___ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ paz,
__ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ saúde
_ ♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ felicidade...
♥ ▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓▓ ♥ Que consigas
___________███ ________ todos os teus sonhos
___________███ ________♥ ♥ FELIZ NATAL! ♥ ♥
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
•• E UM 2010 RECHEADO DE COISAS BOAS!!! ••

Ana 23 de dezembro de 2009 às 22:45  

Lena, sinceros votos de Boas Festas
:-) beijinho

tossan® 24 de dezembro de 2009 às 04:26  

Bom Natal Helena, que tudo ocorra melhor dos que os teus sonhos pedem.
Bela postagem! Beijo

One 24 de dezembro de 2009 às 05:15  

Feliz Natal para você e sua família!

Nadia Mendes 24 de dezembro de 2009 às 13:03  

Feliz Natal, Querida Helena! Um Beijinho enorme do tamanho do Universo!
Nádia e Carlos!

KrystalDiVerso 24 de dezembro de 2009 às 16:01  

Interessante este Espírito Natalício:)...
Lena, Parabéns por sua tenacidade e excelente bos gosto na condução de texto e fotos neste seu espaço!... Impossível resistir à armosfera carinhosa!

Para você, Helena Paixão, e para todos quanto Ama, gosta ou simpatiza, também para todos eles... o desjo de um excelente natal e que o Ano de 2010 conserve esse seu carinho numa conti nuidade Feliz!


Escolha entre... beijos e abraços

Sofá Amarelo 24 de dezembro de 2009 às 16:13  

Também descobri - por outros meios - o verdadeiro espírito de Natal, que acabei de postar , o espírito de Natal que tem a ver comigo e, pelos vistos, não só comigo, heheh.

Boas Festas e o maior beijinho do Sofá Amarelo!!!!

alfacinha 25 de dezembro de 2009 às 06:23  

desejo-lhe boas festas e toda a felicidade do mundo
saudações de Antuérpia

A Luz A Sombra 27 de dezembro de 2009 às 10:57  

Helena:
Estes seus contos, dirigidos tanto a adultos como cianças, são verdadeiras jóias que me fazem lembrar aqueles que me contavam em criança.
Obrigada a sua vinda ao meu Blogue, as suas palavras de incentivo e deselo-lhe que o Ano de 2010 lhe traga muita alegria e momentos de bons clicks como estes que é um encanto contemplar.
Felicidades Helena.
Abraço
A Luz A Sombra

Miguel Almeida 28 de dezembro de 2009 às 00:46  

Olá Helena,

quero apenas dizer-te que adoro este teu cantinho e agradecer a partilha.

Desejo-te um Bom Ano

OUTONO 28 de dezembro de 2009 às 00:50  

Pois ...Helena...eu até sou Zé.~
Que bonito!

Caros amigos(as)

A "PARAGEM"...parou. Na carruagem do meu caminhar, encontrei uma passageira amiga e sedutora. Disse-me o seu nome em segredo...não percebi...e repetiu a sua vontade:
-Digo-te quem sou...se me escreveres de novo...
Na estação da vida, com os frios de Inverno brancos...olhei-a frontalmente...beijei-a com a minha sede de palavra e, disse-lhe:
- Ficas proibida de me fugir, fingindo-te cansada...
- Prometo...
Saí primeiro da carruagem, logo atrás um salto traquinas, felicidade "infantil", deu-me a mão ...e ofereceu-me um dizer...
Partilho-o, neste recomeço.
Um sincero obrigado, pelo apoio, ao ignorarem a "PARAGEM" do Pretexto-Clássico com a vossa presença.
Sintam-se bem, permitam-me que os brinde com um chá de amizade....e um abraço de simpatia.
Já agora, um 2010 pleno de concretizações!

Marco Reis 30 de dezembro de 2009 às 22:46  

Está fantástico este postal!!!
Ainda me ri a olhar para o ecran.
Excelente 2010!!!
Abraço

Fotografias © Helena Paixão

Textos e poemas © Autores referidos em cada ‘post’

Fotografias, textos e poemas protegidos pelo Código dos Direitos de Autor

Postais de Paixão no Flickr

www.flickr.com
Esse é um módulo do Flickr que mostra fotos e vídeos públicos de Helena Paixão (busy, busy). Faça seu próprio módulo aqui.

Receba as actualizações deste blogue

Introduza o seu endereço de e-mail aqui:


Powered by FeedBlitz

Bichinhos carpinteiros

Bichinhos à espreita

  © Blogger template 'The Lake' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP