Bem-vindos ao “Estórias de Bicharocos e Bicharada”, um blogue dos 7 aos 77 anos

segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Rafeirão



Rafeirão era o último descendente de uma longa e distinta linhagem de rafeiros. Desde tempos imemoriais que a sua família tinha desempenhado papéis fundamentais na história da humanidade, tendo como exemplo mais saboroso o tetravô Ra Fei Lu, que rezam as crónicas terá servido o Imperador chinês Béu Béu (outras crónicas dizem que ele foi servido ao Imperador, mas não vamos explorar essa parte).


Tal herança dinástica angustiava Rafeirão, pois via todos os seus parentes com sucesso na vida, desde a manutenção da Lei e Ordem até à condução de invisuais pelos perigos das nossas ruas. Claro que, como em qualquer família, havia a ovelha negra, ou melhor, o rafeiro negro. Para desgosto de toda a família, o tio Snifador meteu-se na droga, após anos e anos a fiscalizar as malas que desembarcavam no Aeroporto da Portela, tendo posteriormente sido metido numa clínica de reabilitação, onde ainda hoje se encontrava.


Mas Rafeirão não se podia comparar com apenas um exemplo mau, pois toda uma família de benfeitores clamava pelo seu esforço em prol da sociedade. E as coisas não estavam famosas.
A única acção digna de registo que tinha praticado até então foi ajudar uma velhinha a atravessar a rua, ainda por cima para o local errado, o que lhe custou umas bengaladas no lombo. O desespero começava a tomar conta de si, pois por muito que rebuscasse nos seus talentos, não via nada de jeito, à excepção de uma dentição poderosa.

O seu tempo começava a escassear, pelo que tinha de descobrir rapidamente uma forma de ascender ao estrelato.
E foi então que uma ideia o atingiu violentamente. Quer dizer, não foi bem uma ideia, mas uma bola de futebol. Era isso, ia tornar-se um jogador profissional, daqueles capazes de levantar estádios inteiros com as suas habilidades! Só havia um pequeno problema: não tinha jeito nenhum para a coisa. Ele bem corria atrás da bola, mas a tentação era abocanhá-la, ao invés de a pontapear para as redes. Passou dias inteiros a praticar, mas a única coisa que conseguiu foi rebentar 38 bolas e arranjar uma úlcera gástrica ao treinador.

Colocada de parte a carreira futebolística, deram-lhe uma outra função, também ela ligada ao mundo da bola: morder o árbitro sempre que este cometesse um erro. Reformou-se passados cinco jogos, já com os dentes gastos, tendo de passar o resto da vida a comer sopa por uma palhinha. Pois é, o mundo da bola não é para qualquer rafeiro...

Texto de Jorge Pereira - Blogue: Rafeiro Perfumado (Todos os direitos de autor reservados)


... e humor!

40 comentários:

Ana 29 de dezembro de 2009 às 08:15  

Olá Leninha bom diaaaaa!!!
Começar o dia com uma boa "risada" é muito bom:-)) foi o que aconteceu comigo (ainda na camita com o meu portátil, porque ainda é cedo para me levantar):-)).Adorei as magníficas imagens desse "safado" rafeirão que pretendia ser um "Cristiano Ronaldo" como diz o meu neto:-))O texto está "bué de fixe" mas o final está 5 *****:-))Parabéns aos dois, porque formam uma dupla magnífica especialmente em temas como este!!!
Já agora quero dizer-te que há uns anos assisti num Circo, numa festa de crianças, com cães de raça Boxer, a um jogo de futebol e até marcavam golos, mas a parte mais "gira" foi um deles a simular que estava lesionado, deitado no relvado, e depois muito quietinho como se estivesse desmaiado a ser transportado em maca:-)))
Adoro animais e este teu espaço é fantástico, destinados a todas as idades!!!
Aproveito para te desejar um ANO NOVO MUITO FELIZ e que todos os teus sonhos se concretizem!!!
Um grande beijinho repleto de carinho,
Ana Paula

Rafeiro Perfumado 29 de dezembro de 2009 às 11:03  

Quase me vem uma lágrima ao olho, pois revejo-me um bocado no rafeirão. Vontade de jogar, muita, já o jeito, quase nulo...

Beijoca e Feliz 2010!!!

Magro Costa 29 de dezembro de 2009 às 13:46  

Adorei o texto e ainda mais as fotos!
Agora gostei mesmo foi do cão! Amo cachoros...

FELIZ 2010!

webruci 29 de dezembro de 2009 às 13:47  

O que historia engracada:) Rafeiro tinha de ir para os jogos do liga morder os arbitros:))
As fotografias sao magicas!
Desejo Um Bom Ano Novo, cheia de alegria, saude e felicidade!
Robert.

Lenita Nabais 29 de dezembro de 2009 às 17:31  

Bela história, com excelentes fotos. FELIZ ANO NOVO! Parabéns pelo blog:) Beijokas festivas****************

Fernando Santos (Chana) 29 de dezembro de 2009 às 18:28  

Olá Helena, belas fotografias...belo texto...Espectacular....
VOTOS DE FELIZ ANO NOVO....
Beijos

João Videira Santos 30 de dezembro de 2009 às 10:45  

Fotos e texto a condizerem. Gostei.Parabéns!

JMV 30 de dezembro de 2009 às 10:59  

2010 soa-me bem, vá lá saber-se porquê...um beijinho e continue a deliciar-nos com textos e fotos!!!

Sandra Rocha 30 de dezembro de 2009 às 14:59  

Olá Lena.

O rafeiro só podia escrever a história do rafeirão, mais uma bela história.

E cá está mais um ano, o que desejo para mim é o que desejo para todos os meus amigos, um pouco de paz, uns pozinhos de saúde, amor e felicidade e é claro umas notinhas no mealheiro que também faz falta :)

Um beijo grande e um óptimo 2010 para ti e Nuno.

Céu Vieira 30 de dezembro de 2009 às 17:05  

Olá Leninha.... retribuo os teus votos de Bom Ano Novo meu bem...
Parabéns aos dois autores pelas belas fotos e pelo lindíssimo texto cheio de graça.
FELICIDADES PARA SEMPRE QUERIDA...
Beijinhos e abraços com muito carinho para todos!!!!

Su 30 de dezembro de 2009 às 17:15  

Parabéns aos autores pelo texto!

Feliz 2010 pra vc!

Bjos!

Magro Costa 30 de dezembro de 2009 às 18:56  

Vim agradecer a visita e desejar um FELIZ 2010, cheio de paz e saúde, a você a e todos os seus.
Abraços.

tulipa 30 de dezembro de 2009 às 19:28  

OLÁ LENA

BELAS FOTOS DO RAFEIRO.

Estou por aqui...
Só algo "muito especial" havia de conseguir tirar-me de casa nesta época do ano. Não ligo nenhuma a estes dias de passagem de ano, os dias 31/Dezembro e 1/Janeiro não me dizem nada, acredita.
Prefiro sair de Portugal durante todo o resto do ano, ou mesmo fazer uma escapadela cá dentro, como fiz 2 ou 3 este ano que acaba.

Cá estou para deixar os meus votos para o novo ano:
Desejo que os amigos sejam mais cúmplices uns com os outros, que a família esteja mais unida, que saiba usar o "tempo" a seu favor.
Faço votos que todos os seus desejos se concretizem.

Beijinho cheio de carinho
FELIZ 2010

Ana Lúcia 30 de dezembro de 2009 às 21:53  

eu sou mais apaixonada por gatos... tenho uma aqui ao meu colo que me impede de teclar como deve ser, mas reconheço o valor dos cães, como são nossos amigos e nos ajudam em tantas coisas... também tenho um, um husky, que infelizmente está doente... adorei a história, só é pena que ele não venha a ser um cristiano ronaldo.
feliz 2010 Helena.

Ana Lúcia 30 de dezembro de 2009 às 21:54  

esqueci-me de dizer que adorei as imagens, mas em especial a última.

Gata Verde 30 de dezembro de 2009 às 22:49  

FELIZ ANO 2010!!
Com muita bicharada!!!
Beijinhos

Vieira Calado 30 de dezembro de 2009 às 23:53  

Um BOM ANO

também para si!

Beijinho

tossan® 31 de dezembro de 2009 às 00:38  

Que tua alma seja o cais que nele ancore toda a emoção, ternura e criatividade nesse Ano que se inicia. Bom Ano! Adorei as fotos e o texto. Beijo

aa 31 de dezembro de 2009 às 00:39  

Olá Helena,
gostei desta estória do 'Rafeirão'... só tive pena que tivesse terminado com os dentes gastos...:)lol
E mais uma vez, acompanhada de excelentes fotos!

Feliz Ano Novo! Um 2010 cheio de Saúde, Amor, Alegria e muitas estórias de bicharocos e bicharada...

Beijinhos,
AA

Ajay 31 de dezembro de 2009 às 01:33  

Soccer dog!!! I love this movements.

Sônia Brandão 31 de dezembro de 2009 às 01:49  

Muito engraçado o texto, e as fotos são muito boas.

Feliz 2010 para você, com muito amor, muita paz e muitas histórias engraçadas também.

bjs

One 31 de dezembro de 2009 às 08:17  

É uma serie de imagens maravilhosas!
Melhores votos de um excelente ano de 2010 com fotos ainda melhores !

KrystalDiVerso 31 de dezembro de 2009 às 09:25  

Esse rafeirão é um dos Admiráveis!...

Mas, Helena e sua Paixão... são uma delícia ainda mais Admirável!... Suas Admiráveis fotos e coletâneas de Admiráveis textos de referência animal... tudo em seu Admirável Blog!...
Dsejo-lhe uma entrada muito feliz em 2010 e que nesse mesmo 2010 encontre tudo de bom que você desejar!...


Bom ano!


Escolha entre... beijos e abraços

Luis F 31 de dezembro de 2009 às 10:14  

VOTOS DE UM EXCELENTE 2010

Tudo de bom para ti e para os teus

Com amizade
Luis

alfacinha 31 de dezembro de 2009 às 10:45  

GELUKKIG NIEUWJAAR
FELIZ ANO 1010

Jorge C. Reis 31 de dezembro de 2009 às 16:20  

Feliz Ano Novo !!!

Sofá Amarelo 31 de dezembro de 2009 às 17:26  

Seleccionável para o Mundial 2010, Queiroz já tem mais uma opção!!!

Um excelente Ano de 2010. O maior beijinho,

Alexandre

A Luz A Sombra 31 de dezembro de 2009 às 19:35  

Helena:
Obrigada.
Um Ano de 2010 BOM, com a concretização dos seus sonhos.
Beijo
Maria

Nilson Barcelli 2 de janeiro de 2010 às 11:48  

As fotos são óptimas e o texto é muito divertido. Gostei de ambos, parabéns.
Querida amiga, desejo-te um excelente 2010.
Beijos.

Remus 2 de janeiro de 2010 às 12:10  

Aos cães, tal como aos miúdos, basta dar-lhes uma bola, para ficarem entretidos durante uma tarde.
Estas fotografia retratam isso mesmo.
:-)

Tem um bom ano e que tudo corra pelo melhor.

Gaspar de Jesus 2 de janeiro de 2010 às 15:59  

Bem interessante este seu Blogue!
FELIZ ANO VOVO
Gaspar de Jesus

Multiolhares 2 de janeiro de 2010 às 20:25  

Quando não se tem grande jeito, não é mesmo fácil, só resta guardar as botas e esperar sentado.

Imaginação não te falta, consegues agarrar-nos do principio ao fim da história

um bom ano para ti
beijinhos

Miguel 3 de janeiro de 2010 às 02:37  

Tens umas fotos muito giras.

Consegues tornar o banal em belo...

Bom ano

Adrian LaRoque 3 de janeiro de 2010 às 03:14  

Este rafeiro até que é fotogénico!

Elena 3 de janeiro de 2010 às 12:30  

Helena,espero que este año que comenzamos nos sirva para conocernos más.Compartimos el amor por los animales y la fotografia. Te deseo que seas muy feliz y que nos sigas obsequiando con relatos e imagenes maravillosas como la de esta história. Beijinhos desde Faro.

Armindo C. Alves 4 de janeiro de 2010 às 22:40  

Helena
Parabéns pelo teu blog. Muito original. Gosto de ver a "bicheza" a falar. Bonitas fotografias com bons enquadramentos e definição. O rafeiro tem jeito para a bola.
Desejo as melhores felicidades para 2010.
Beijos.


(Obrigado pela visita e comentário.)

Valentim Coelho 6 de janeiro de 2010 às 19:31  

Bem, acho que este ainda vai tirar o lugar ao C. Ronaldo.
Beijinhos

Nuno de Sousa 7 de janeiro de 2010 às 09:29  

Muito bem Rafeiro quem escreve assim só pode ser descendente de bons Rafeiros, claro que têm a ver com a escrita e nada de bola :-)
Grandes imagens a juntar a um texto cheio de humor.
Parabéns a ambos por mais uma excelente ligação.
Bjs e abraços
Nuno de Sousa

Madalena Soares 13 de janeiro de 2010 às 09:11  

Lindas fotos, Paixão!!! Mas estou completamente apaixonada pelas deste cão. Que maravilha! Lindas!!
Beijo grande.

luismiguelines 3 de fevereiro de 2010 às 00:21  

Gostei de ver as fotos e li algumas passagens da história será certamente um espaço para ler com mais atenção, apesar de o tempo faltar.Beijinho amiga

Fotografias © Helena Paixão

Textos e poemas © Autores referidos em cada ‘post’

Fotografias, textos e poemas protegidos pelo Código dos Direitos de Autor

Postais de Paixão no Flickr

www.flickr.com
Esse é um módulo do Flickr que mostra fotos e vídeos públicos de Helena Paixão (busy, busy). Faça seu próprio módulo aqui.

Receba as actualizações deste blogue

Introduza o seu endereço de e-mail aqui:


Powered by FeedBlitz

Bichinhos carpinteiros

Bichinhos à espreita

  © Blogger template 'The Lake' by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP